Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



510025086.jpg

O futebol português, a nível financeiro, não tem a força de outras Ligas. Somos de um campeonato em que formamos para vender, ou compramos barato para vender caro.

E esses jogadores têm essa noção. A noção que o campeonato português é apenas um passo para atingirem a qualidade e maturidade suficientes para darem o "salto".

 

No caso do Sporting, temos, no mínimo, 5 jogadores em condições de gerarem mais-valias financeiras. Casos de Rui Patrício, William Carvalho, Adrien Silva, João Mário, e Slimani.

 

Claro que vende-los todos seria suicídio a nível desportivo. Mas, como qualquer outro clube português, o Sporting precisa de vender.

 

Rui Patricio e Adrien são para manter, nem que seja pelo facto de serem os capitães.

Já William Carvalho, penso que ainda justifica a permanência por mais uma época, já que me parece que de certa forma, estagnou no seu processo de evolução, e sendo talvez a posição de trinco a mais importante num esquema táctico, tão cedo não conseguiríamos outro jogador com semelhante qualidade. Ainda pode evoluir mais um pouco e, posteriormente, ser vendido.

 

Agora, Slimani e João Mário, na minha opinião, deveriam ser vendidos.

 

Slimani custou 300 mil euros, já conta com 28 anos, e no futuro, não valerá muito mais. Tendo já cumpridas 3 épocas de leão ao peito, este seria o momento de o deixar partir para outros desafios...

Já João Mário, um jogador da formação, penso que é indiscutivelmente o melhor jogador da equipa. Já jogou 2 épocas na equipa principal do Sporting, e o clube não está em condições de recusar propostas entre os 40 e os 50 milhões de euros. Até porque, por variadíssimas razões, há a possibilidade do jogador se desvalorizar.

 

O Sporting ficaria mais fraco sem esses 2 jogadores? Penso que não. O fundamental é o treinador dar continuidade aos processos que já vinham da época passada, e com uma inteligente ida ao mercado, e com um treinador tão bem pago, penso que não seria por ai...

 

A questão é que uma parte significativa das vendas, são obrigatoriamente para abater divida com entidades bancárias.

 

Mas, se Bruno de Carvalho tivesse cumprido com as suas promessas eleitorais, teria sobrado mais dinheiro para abordar o mercado de outra forma ao longo destes 3 anos...

Já nem vou pela questão dos investidores que nunca existiram...

 

Fico-me somente pelas tais "contratações cirúrgicas". De momento, já passamos a barreira dos 100 jogadores contratados nos últimos 3 anos! É notável!

 

Quantos "pongoles" não cabem no meio de tanto "entulho" contratado, e com pouca ou nenhuma valorização?

Quem não leu, recomendo a leitura deste post do blog Camarote Leonino, para que tenha uma noção do que estou a falar.

 

Agora, arriscamo-nos a ficar com jogadores contrariados dentro do plantel, e com o risco de não obter o devido retorno financeiro. 

 

Bruno de Carvalho não está interessado no longo-prazo. Está interessado no curto-prazo.

Um curto-prazo que lhe pode valer a reeleição e a consequente manutenção do emprego, caso a equipa mantenha mais ou menos o mesmo nivel da época passada. Na falta de um verdadeiro projecto para o Sporting, Bruno de Carvalho não olhará a meios, e jogará, como sempre, com as aparências.

Porque uma equipa pode ser a melhor do mundo, mas um presidente, na minha opinião, tem que ser avaliado somente pelo seu projecto, que passa também, pelo médio\longo prazo.

De que vale jogarmos tudo numa só época, se não haver uma estrutura consolidada para os anos seguintes?

 

O facto do Sporting pagar 6 milhões\ano a um treinador, e consequentemente ter disparado a massa salarial; numa época em que não conseguimos a Champions, perdemos com a Doyen e empurramos as VMOCS com a barriga; mas, ter a coragem de afirmar que em Janeiro recusou 80 milhões por um jogador, é a prova que Bruno de Carvalho quer contrariar a realidade, e preparar o subconsciente dos sócios e adeptos: que o Sporting não precisa de vender. O que é uma mentira!

 

Mais uma evidência que Bruno de Carvalho não está no Sporting a bem. E lá mais para a frente, se este tipo de gestão virada para o populismo continuar, o Sporting pagará uma enorme factura. Restará saber é onde Bruno de Carvalho estará... 

 

Ah, e foi o próprio Bruno de Carvalho quem apelou aos sócios, em plena Assembleia-Geral, para não o deixarem cair...

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


21 comentários

De Realista a 09.08.2016 às 14:52

A sensação que tenho é que está a atirar areia para os olhos dos Sportinguistas.
O que disse não é verdade, mentiras são tentativas de atirar areia para os olhos das pessoas.
1. O passivo do SLB não vai aumentando, vai diminuindo. Basta ter acesso aos r&c.
2. 50% do passe do Jimenez - 10M- foi comprado o ano passado. Já estava pago e o jogador jogou o suficiente para justificar a compra dos restantes 50%. Tem apenas 24 anos.
3. Gaitan já vai a caminho dos 29 anos, foi bem vendido por 25M.
4. Jimenez é suplente apenas devido à qualidade dos outros dois avançados.´
5. O dinheiro não é de papel porque com a introdução das SAD e a sua cotação na Bolsa assim como a obrigação de reportar os resultados publicamente à CMVM, isso não existe. Quem escreve assim está a mentir e quer enganar quem o lê.
6. Não acredito que os adeptos do SLB engulam o que quer que seja já que não há trafulhices nem maroscas como aquelas que se passam na cúpula do Sporting.
7. O João Mário não está num paradoxo. O João Mário estará à espera que as promessas feitas o ano passado a ele e ao pai, que os levaram a aceitar e a prolongar o contrato com o Sporting, sejam cumpridas. Apenas isso.

De comentador desportivo a 10.08.2016 às 10:07

" A sensação que tenho é que está a atirar areia para os olhos dos Sportinguistas. O que disse não é verdade, mentiras são tentativas de atirar areia para os olhos das pessoas."

Muito bem respondido, sublinhei esta parte, mas todo o comentário foi elucidativo.
Este é o projecto deles, lançar, atoardas, mentiras, suspeições, falsidades.

Não é por acaso, que andam sempre num clima de guerrilha a fomentar conflitos. É preciso arregimentar as tropas e não deixar as ovelhas tresmalhar.

Tive a ver a gravação do prolongamento, e o indivíduo que lá está em representação do sporting, é nojento.

No primeiro programa, onde a maioria das equipas não teve jogos oficiais, criou um clima de conflito no programa de nojo.
Com o mesmo tipo de táctica do costume, lançar suspeiçoes, atoardas, etc.

De Fake_Neves a 10.08.2016 às 10:52

O Pedro Guerra, apesar de também ser a voz do dono, ainda consegue ter mais nível que ele, e dizer-lhe umas verdades cara a cara, tal como já tinha feito com o próprio Azevedo naquele histórico programa!

De comentador desportivo a 10.08.2016 às 16:29

Caro Amigo

Completamente de acordo, apesar de discordar por vezes das análises dele, demasiado clubísticas, o Pedro Guerra ao pé desta gente é um gentleman.

De Fake_Neves a 10.08.2016 às 16:41

Para o Bruno e a sua tropa, não há impossíveis

De Jorge a 11.08.2016 às 11:17

Podiamos era parar com as tretas...

A CMVM finge ocasionalmente que controla alguma coisa para não parecer mal e normalmente até escolhe coisas relativamente "limpas" para questionar.

Veja-se o exemplo do Roberto. Uma das maiores trapalhadas que já se viu no futebol nacional, gera um pedido de esclarecimento a contragosto, uma explicação esfarrapada incoerente com a inicial e está o assunto arrumado.

O unico ponto em que tem razão é o 7º. O resto, excepto o ponto 6., é wishful thinking.

O ponto 6 é mesmo só ingenuidade.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D