Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



gswms.jpg

Em Dezembro de 2014, quando Bruno de Carvalho pretendeu despedir Marco Silva, utilizando José Eduardo para tentar difamar o então treinador do Sporting, somente por razões de ordem pessoal, os sportinguistas fizeram sentir a sua voz de descontentamento nas redes-sociais. Bruno de Carvalho, teve assim, que meter a viola no saco, percebendo que os sportinguistas não lhe perdoariam tal acto de gestão.

 

Foi ai que ele percebeu, que da mesma forma que o facebook foi uma fundamental ferramenta para fazer campanha (suja), essa mesma plataforma poder-se-ia virar contra si mesmo.

 

Vai dai, tem uma ideia de "génio": processar alguns sócios do Sporting, de modo a silenciar esses, e mandar o recado aos restantes críticos - que desde ai já desmontavam todas as suas mentiras e contradições enquanto presidente do Sporting.

 

Uma atitude que não está ao nível de um presidente de um clube como o Sporting Clube de Portugal! Quem quer ser presidente de um grande clube, e ao mesmo tempo, uma natural figura pública, tem que estar preparado para de tudo um pouco: para o elogio, para o engraxamento; mas também para a critica, ofensa, calúnia, etc.

 

Um presidente que está seguro de si mesmo, que nada tem a temer, olharia para meia-dúzia (como apregoam) de críticos online, com um mero sorriso de desprezo. Mas não: por alguma razão, ele sentiu a necessidade de amordaçar quem de muito de si eventualmente possa saber! E essa razão, como referi, trata-se exactamente de insegurança e medo. Muito medo!

 

Há umas semanas atrás, Bruno de Carvalho e um dos sócios processados, chegaram a um acordo amigável. Agora, muito recentemente, perdeu efectivamente um processo, contra outro associado.

 

Fica assim provado que esses associados apenas teceram criticas à sua gestão, e não o ofenderam ou caluniaram. Por muito ridículo que fosse um presidente do Sporting estar preocupado com calunias e ofensas na internet, sempre teria algo por onde pegar. E efectivamente, estes processos não tiveram ponta por onde se lhe pegasse! Mas serviram para demonstrar, dúvidas houvessem, do calibre de quem temos hoje à frente do nosso grande clube!

 

Processar e tentar amordaçar uma classe de gente que contribui para o seu ordenado de 10.500€, já é manifestamente grave.

Processar e tentar amordaçar com advogados do próprio clube, com a própria instituição a acarretar com as despesas, é já o cúmulo da sacanagem, ou simplesmente da criancice! Um verdadeiro escândalo!

 

Estes processos só por si não deveriam ter acontecido. Ser o próprio Sporting a pagar as despesas das birras de um presidente já de si remunerado, era motivo mais que suficiente para destituir quem hoje se julga acima do grande Sporting e dos seus sócios e adeptos!

 

Completamente impensável um presidente, repito, já de si remunerado, utilizar o dinheiro dos sócios, para processar outros sócios. Na prática, é um acto de gestão danosa, e uma ataque não só aos visados, mas sobretudo, a todos nós!

 

Actualmente, tivesse o Sporting uma verdadeira e única identidade, acredito que Bruno de Carvalho fosse hoje uma persona no grata em Alvalade, e com os dias cada vez mais contados. E desde já, teria que pagar ao Sporting o dinheiro utilizado para perder processos contra sócios do próprio Sporting!

 

Mas não. Assistimos à insistente tentativa de substituir o sportinguismo e o respeito entre todos aqueles que se deveriam unir somente em torno do símbolo do Leão, pelo culto do "eu"!

 

Ou será que afinal, poderá haver uma maioria silenciosa que dará o "não" no próximo mês de Março?...

Como disse num post anterior, as aparências iludem, e na hora da verdade, é que veremos se o Sporting está ou não está vivo e de saúde!

 

Haja esperança.

Autoria e outros dados (tags, etc)


15 comentários

De Sportinguenses a 22.07.2016 às 10:44

Voces deviam era ter vergonha na cara, quando se andou a fazer uma gestao fabulosa no nosso sporting (gl nem vou falar dos outros senao nao saio daqui) nomeadamente aqueles 100 milhões de passivo e contratos fabulosos com labyad miguel lopes, boulahrouz etc aí ninguém se fazia ouvir estava tudo bem o sporting estava para acabar mas o que interessa é ter classe e ser respeitador quando todos os outros nos gozavam e não nos respeitavam conseguimos um fabuloso SETIMO LUGAR!!! . Cresçam e apareçam se é que conseguem porque já se percebeu que por aqui as palas são enormes. Continuem na vossa cruzada de sportinguenses.

De Jorge a 22.07.2016 às 11:45

Faltava cá o soldadinho de plantão para debitar a reza .

Este é fraco... esqueceu-se do Elias, não vejo a palavra croquetes em lado nenhum e respostas desta personagens sem a palavra "tacho" ficam sempre a saber a pouco.

Que enjoo esta gente.

De Anónimo a 22.07.2016 às 13:49

Isso de vergonha, hipocrisia, baixo carácter, palas, vascos e carneiros já há muito se percebeu quem são os que se destacam nesses quesitos.

Mas ó vasco , se quiseres discutir sobre futebol e desporto, esclarecerte-ei , não que isso valha muito, pois as palas que te meteram gostas-te, e repetes as mesmas imbecilidades que te dão para comer.

Se quiseres começar por essa dos 100 milhões, que era de 90M segundo os vendedores de mentiras, agora aumentou, mesmo não estando o engenheiro Luís Godinho Lopes no comando do clube há alguns anos.
Estão sempre a inovar na mentira, na falcatrua, na tentativa de ludibriar.
Uns autênticos "profissionais" da impostura, que numa sociedade com valores morais e éticos, sabemos onde deveriam estar, mas estamos em Portugal.

Mas aviso-te, assim que entrares em contradições, hipocrisia, mentiras, acaba-se o diálogo.

P.S.

Se não te sentires á altura, podes contatar o líder do gang, para enviar outro assalariado, e pode ficar com esse nick .

De Fake_Neves a 22.07.2016 às 18:06

Ainda não percebestes que nunca fomos tão gozados como hoje?

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D