Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Croquetices

17.07.16

13731472_1755289184708319_2433241291999177419_n.jp

Consta que aquela rapariga que vai ao lado do "nosso" presimente Azevedo de Carvalho é a sua própria filha.

 

Indo ela na comitiva, seria interessante perguntar quem pagou as suas despesas, visto que ela é somente a filha do presimente.

 

Como seria interessante perguntar quem pagou as despesas dos advogados e tudo mais, relativamente a tudo o que são processos (birras) a sócios e jornalistas.

 

Como seria interessante perguntar quem pagou as despesas relativamente aos passeios que andou a fazer por essa Europa fora a tentar colar-se aos devaneios dos Blatters desta vida.

 

Como seria interessante confrontar Azevedo de Carvalho, pelo facto de ter aumentado o seu ordenado para o dobro, quando apresentou aquele lucro financeiro "record", quando posteriormente tivemos que devolver o dinheiro à doyen. Afinal, o homem apresenta "obra feita"!

 

Como seria interessante perguntar a Azevedo de Carvalho, se Virgílio Lopes era sócio do Sporting e o que fez ele no futebol desde 1990.

 

Como seria interessante perguntar-lhe porque era contra os comissionistas, mas foi buscar Augusto Inácio para director-desportivo - quando este foi despedido e acusado de partilhar comissões com empresários no Vaslui da Roménia. Para não falar de Costa Aguiar, que muito lucrou com Bruno César, entre outros.

 

Como seria interessante perguntar-lhe porque era contra os fundos, mas só através do Leaks soubemos do Recreativo de Caála.

 

Uma coisa é certa: pessoalmente, não estou disposto a ajudar a pagar-lhe o ordenado, advogados e demais croquetices.

Não admira que tenha andado a pedinchar sócios no programa Você na TV - com a posterior "nega" de Cristina Ferreira!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


13 comentários

De comentador desportivo a 20.07.2016 às 20:51

Caro MM

Os partidos, na generalidade nada mais são do que uma correia de transmissão de outros poderes.
As populações são manipuladas consoante os interesses, é como aqueles rebanhos de ovelhas, em que o pastor dá indicações ao cão para trazer o rebanho para onde ele quer. As eleições são uma farsa, para dar a ilusão que o poder está nas mãos do povo.

O capitalismo, os engenheiros sociais, etc conduziram a sociedade para destruição.

A subversão de valores corrompeu toda a sociedade.

A mentira está banalizada, e adquiriu estatuto de normalidade.

A generalidade do povo, vive numa espécie de escravatura encapuzada.
São uma espécie de escravos dos que detêm o poder financeiro.

Trabalham para aumentar as fortunas de alguns.

Esses alguns ganham milhões, enquanto muitos, nem dinheiro têm para comer.

A desigualdade subiu enormemente.
A igualdade não existe.

A "justiça" está corrompida, podre.
Os pobres têm uma justiça os ricos têm outra.


Vi um documentário, em que um trabalhador duma multinacional, que fazia a distruibuição do produto, e que tinha um horário entre as 6 da manhã e as nove da noite, ganhava 15 dólares por dia, e o director dessa empresa ganhava 6250 dólares por hora, esse trabalhador tinha que trabalhar mais de um ano para ganhar o que o director ganhava numa hora, onde isto chegou!

O que é isto!?

É o roubo á luz do dia!
As pessoas estão tão manietadas, pela máquina opressora montada para as submeter, que aceitam tudo, e encaram como normal.

De Fake_Neves a 20.07.2016 às 21:10

"Os partidos, na generalidade nada mais são do que uma correia de transmissão de outros poderes."

Concordo. Não é do acaso que em todos os partidos há gente filiada à mesma sociedade secreta - maçonaria, opus dei, etc.

Dai, e como referiu, as eleições serem uma farsa. O povo pensa que pode votar na oposição, mas caem na ratoeira, pois tudo se mantem na mesma, e os senhores deste mundo continuam com caminho aberto para a sua agenda.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D