Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


team.jpg

Apesar do "pecado original" que levou Bruno de Carvalho à presidência do Sporting, a época de 2013-2014 constituiu um tempo de esperança. 

 

Confesso que devido aos recentes resultados de então, a minha preocupação estava única e exclusivamente na recuperação da equipa, e na altura nem me apercebi com quem estávamos a lidar. 

Confesso até, que tinha as minhas dúvidas relativamente aos antigos presidentes, tal a forma insistente com que se falava do assunto. Mais tarde, acabei por perceber que era apenas mais uma das suas falácias.

Mas adiante.

 

Nessa temporada, apesar de Bruno de Carvalho aqui e ali já fosse dizendo umas "parvoíces", fui-lhe dando o beneficio da dúvida. Relativamente ao futebol, até começou bem.

 

Um ano "zero", de contenção de custos, com base na formação e na aposta de um treinador de valor como Leonardo Jardim. 

 

Os resultados foram interessantes, e foi construida uma boa base para continuar a dar desenvolvimento nas épocas seguintes.

 

Infelizmente, devido à sua personalidade algo "doente" - fruto do seu oportunismo e da sua ânsia de se agarrar ao poder pelo seu projecto pessoal - Bruno de Carvalho arrastou o Sporting para uma espécie de "roleta-russa". Ou ganha este ano, ou isto rebenta!

 

Porque tudo o que está a acontecer, não tem qualquer sustentação, e pouco tem a ver com aquela lógica de humildade e de crescimento sustentanto do ano de Leonardo Jardim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

img_770x433$2013_03_24_02_57_00_772657.jpg

Este é um dos pontos que merecerão reflexão e o devido debate nas próximas eleições. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

naom_51aeed6195048.jpg

Passados 3 anos, e embora o jogador ainda só conte com 21 anos, creio que já se pode dar razão aquela maioria (creio eu) que dizia que a sua saída do Sporting iria estagnar o seu processo de evolução.

 

Era mais que óbvio que o menos beneficiado de todo aquele processo seria o próprio jogador.

 

Um miúdo com então 18 anos de idade, ingénuo, e sem um suporte familiar desde que estava no Sporting. Desde logo uma presa fácil.

Não o culpo de nada. Até é o menos culpado.

 

E é pena que para já, aparentemente, o jogador ainda esteja longe daquilo que "prometeu".

 

Passados 3 anos, e tendo em conta o que tenho visto durante este período de tempo, "cheira-me" que até aquela polémica foi uma grande treta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 Quem nos dera ter no topo do nosso clube alguém que nos representasse desta forma!

 

Um dia ainda vamos saber o porquê de João Benedito ter abandonado o futsal a 1 ano da inauguração do pavilhão. Ele que tinha tudo para ser o principal protagonista de uma obra que é fundamentalmente para os atletas e para aqueles que na bancada vibram com eles.

Só João Benedito poderia ser esse elo de ligação, e consequentemente, a imagem de marca da inauguração do futuro pavilhão João Rocha.

Ele próprio merecia.

 

Tenho pena que um pavilhão que supostamente foi construido com o esforço dos sportinguistas seja oportunamente inaugurado no mês das eleições...

Mas, Bruno de Carvalho só engana quem quer ser enganado, não é?

Autoria e outros dados (tags, etc)

19fev2015---ditador-norte-coreano-kim-jong-un-ao-c

Relativamente ao último comunicado de Jaime Marta Soares, concordo que se avance com um processo a André Ventura.

Mas atenção: não meto as mãos no fogo por nenhuma das partes. Mas sem dúvida que é importante saber quem fala verdade.

 

E porque não meto as mãos no fogo, inclusive, pelos actuais responsáveis do Sporting?

Porque independentemente de ter havido condicionamento por parte de elementos da Juve Leo a sócios, esse condicionamento tem sido prática recorrente dos próprios responsáveis actuais do Sporting Clube de Portugal.

 

Desde processos a sócios, ao difamar antigos presidentes, ao conotar sportinguistas como "croquetes", a monólogos que visam quem se exprime na internet, etc etc etc...

 

Aliás, na última Assembleia-Geral, o próprio presidente apelidou de "ratos" quem escreve na internet, como se ter opinião fosse crime!

 

Depois, os processos perdidos em tribunal têm sido tantos, que não me surpreenderá se este processo a André Ventura não seja também uma fuga para a frente. Afinal, como refere Jaime Marta Soares, os actuais dirigentes não poderiam de certa forma calar e consentir.

 

Mas há algo no mais recente comunicado que é completamente escusado e que em nada tem a ver com o âmago da questão. Vejamos:

 

"Eu quero reafirmar que foi uma extraordinária Assembleia Geral, que demonstrou inequivocamente a coesão e a dinâmica que neste momento se vive no Sporting CP e terminou até de uma forma que não vejo em muitas assembleias gerais deste país. Eu diria que terminou em apoteose com os Sócios todos de pé, numa aclamação que durou alguns minutos, saudando o bom trabalho da Direcção e afirmando o seu clubismo."

 

Qual a necessidade? Melhor: porque sente a necessidade de passar a ideia lá para fora que tudo foi uma maravilha, e que inclusive, os sócios aplaudiram de pé durante vários minutos? 

 

Bastariam os dois primeiros parágrafos, e o resto era escusado. Dá a ideia que até neste comunicado tentam salvaguardar as aparências. Porquê? 

 

Já a Juve Leo também comunicou que irá processar André Ventura. Pelo meio, referem que no Benfica é que tais práticas acontecem, como também deixaram uma "graxa" à direcção do clube. Vejamos:

 

"Jamais a Juventude Leonina, ao contrário dos adeptos do clube rival, irá perturbar uma Assembleia-Geral convocada por uma direcção legitimamente eleita e que tanto tem dado ao clube e não deixará passar em claro tais afirmações, que serão apreciadas e julgadas na sede própria. O senhor André Ventura meteu-se com as pessoas erradas".

 

Quando temos a noção que a razão está efectivamente do nosso lado, questões fora do contexto do âmago do que está em causa, são escusadas, e só atrapalham. 

 

Posso estar a exagerar, mas estes dois comunicados soam um certo desnorte que se faz sentir em Alvalade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

joseeduardo1282941.jpg

O processo que Marco Silva instaurou contra José Eduardo, como é óbvio, envolve essas mesmas duas pessoas.

 

Se em Dezembro de 2014 José Eduardo tudo fez para difamar Marco Silva e proteger Bruno de Carvalho, é de acreditar que quem pagará os 45.000€ que Marco Silva pede, será... o Sporting.

 

Não estou a ver José Eduardo pagar do seu bolso quando apenas fez figura de marioneta, como também não estou a ver Bruno de Carvalho tirar cerca de 2 meses do seu ordenado para pagar a indemnização a Marco Silva.

 

Pois se não for Bruno de Carvalho (de forma independente ou directamente através do Sporting) a acarretar com as despesas, José Eduardo pode meter a boca no trombone.

 

Aliás, até acredito que o próprio José Eduardo peça para ele próprio ser indemnizado (neste caso a Bruno de Carvalho), pois a sua imagem pública ficará ainda mais fragilizada.

 

Tendo em conta a relação contratual entre o Sporting e a empresa de José Eduardo, haverá sempre um meio legal de efectuar essas "engenharias".

 

Creio que esta novela está longe de estar concluída.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Eu já estou como este: já não publico estes posts no facebook. Já fiz demasiada publicidade.

Quem quiser cá aparecer, que o faça.

 

O facebook é algo que o próprio Sporting dispensava, porque em vez de ser um meio aproveitado para agregar e vivermos mais de perto o clube; tornou-se num local perigoso de propaganda, que dá azo a um fanatismo doentio - que ainda por cima em nada tem a ver com o Sporting em si...

Autoria e outros dados (tags, etc)

phpThumb.jpg

- O padrinho da bola

- É um parasita

- Para além de cobarde

- É um incompetente

- Não tem qualquer tipo de capacidade ou inteligência

- Um ser desprezível e desprezado

- Burrice crónica

- Homem com "h" pequeno

- Assombrado por aquele seu riso de palhaço pobre

- Teria de nascer 100 vezes

- Para além de parasita, mentiroso, inútil e supérfluo

- O caríssimo vale isso mesmo: Bola!

 

Eis muitos dos termos utilizados para "atacar" Rui Gomes da Silva.

 

Não é que seja mentira, mas esta espécie de comunicação está longe daquilo que é e representa uma instituição centenária como o Sporting Clube de Portugal. 

 

A poucos meses das eleições, muitos nervos se fazem sentir. Sentem a necessidade de atacar por atacar. A necessidade de desviar o foco.

 

Afinal, há a possibilidade de os muitos milhões que estão em jogo, mais uma vez, não terem qualquer retorno ao nível dos títulos.

 

A tal "estrutura de champions", se dúvidas houvessem, está em claro desnorte.

 

Isto não é dar-se ao respeito. É bater no fundo.

 

#faltam6mesesounão

 

PS: Nem comento o anterior post relativamente às eleições do Benfica. Muito mau.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

ng7F1E1D54-515E-4F8A-AC37-BC18FD555831.jpg

 

«Temos recebido relatos de que elementos ligados à arbitragem começam a ser "ameaçados" de poder perder os seus trabalhos fora do futebol se "as coisas não voltarem ao que eram". Estas "pressões" estarão a ser feitas pelos próprios patrões e/ou superiores hierárquicos.

A estar a suceder é absolutamente execrável e nós estaremos atentos, denunciando toda e qualquer situação. Não vão conseguir parar a mudança fundamental no futebol!».

 

Mais uma tentativa de instalar a "dúvida" no seio dos adeptos. A velha táctica do "diz que disse" que leva à teoria da conspiração, e à consequente manipulação das massas.

Tudo isto com o propósito de intimidar ou de enganar. Basicamente, serve para desviar atenções de questões pertinentes.

 

Depois de um fim-de-semana em que os pontos fracos da equipa nunca foram tão expostos, e com uma Assembleia-Geral para aprovar as contas que somente contou com a afluência de 70 sócios (!!!); eis que sai um comunicado que nada mais é do que um autêntico "vazio"!

 

Reparem que o próprio autor do texto demonstra que nem tem a certeza se efectivamente os árbitros estão a ser "ameaçados":

«A estar a suceder é(...)».

 

E porque não divulgam as suas fontes?

 

Quais as pessoas envolvidas em todo este processo?

 

E porque antes de mais nada, não tentaram junto das entidades competentes que se abrisse um inquérito para averiguar a possível situação dos árbitros estarem a ser ameaçados pelos próprios patrões? Afinal, antes de mais nada, trata-se da vida intima e privada de homens que fazem parte desta indústria do qual o Sporting também faz parte: o futebol português.

 

Mas lá está: isto não é para levar a sério - nem se pode levar a sério! Os objectivos são outros, como já referi.

 

E num tempo em que administradores de páginas e blogs são denominados pelo presidente de "ratos atrás do teclado", como se não tivéssemos legitimidade para escrever e fazer oposição dentro de espaços criados por nós próprios; o que dizer assim da sua própria administração, que tem a responsabilidade de representar uma instituição centenária como o Sporting Clube de Portugal, ao lançar estas atoardas cá para fora, neste estilo de "disse que disse, mas não tenho a certeza"?!

 

É que por falar em ratos, é mais que óbvio que isto será apenas mais uma montanha que irá parir precisamente um rato.

Tal como as auditorias às anteriores direcções, tal como os processos aos sócios, tal como os vouchers, etc etc etc......

 

O que é preciso é desviar o foco para aquilo que está em causa: o Sporting está a ser assaltado! E não é pelos árbitros...

 

Enfim, há ratos e há ratazanas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

treino-jorge-jesus.jpg

 Não é de agora que Jorge Jesus aparenta ter dificuldades nesse sector.

 

Vejamos os laterais-esquerdos que passaram pelo Benfica nos 6 anos de Jorge Jesus:

- Jorge Ribeiro
- César Peixoto
- Fábio Coentrão
- José Shaffer
- Lionel Carol
- Emerson
- Capdevilla
- Luís Martins
- Melgarejo
- Luisinho
- Bruno Cortez
- Siqueira
- Sílvio
- Eliseu
- Loris Benito

 

Destes 15 jogadores, somente Fábio Coentrão, Siqueira e Eliseu tiveram utilidade. De resto, pouco ou nada se aproveitou ao nível da qualidade técnica.

 

Tendo em conta que Jorge Jesus assume que a "estrutura" é pensada por si, é de concluir que a maioria de todos aqueles jogadores foram por si indicados a Luís Filipe Vieira e a Rui Costa.

 

É também curioso que nos 3 anos em que o Benfica foi campeão com Jorge Jesus, os encarnados contavam precisamente com Fábio Coentão, Siqueira e Eliseu como titulares.

 

Agora no Sporting, depois de práticamente encostar Jefferson, Zeegelaar também está aquém do exigido; e Bruno César foi adaptado a essa posição.

Por falar em adaptações, foi precisamente o que Jorge Jesus fez com Fábio Coentrão. Este era extremo, e Jorge Jesus fez dele um excelente lateral-esquerdo. Digamos que é praticamente o único sucesso de Jorge Jesus nessa posição.

 

Ficam estas curiosidades, que valem o que valem, digo eu...

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D