Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



frase-as-vontades-fracas-traduzem-se-em-discursos-

Mais um monólogo, e mais do mesmo... Gritos histéricos e frases feitas que caem bem em muitos adeptos.

O reafirmar que o Sporting "coitadinho" acabou - ao jeito do "eles até tremem" e "têm que começar a dar mais luta". 

O ver inimigos e declarar guerra a tudo e a todos de "peito aberto".

 

Mais preocupante que perceber que isto tem sido "muita parra e pouca uva", é constatar que este género de postura ainda convence muita gente.

Constatar que há gente que acredita que esta gestão ao nível do "tempo das cavernas" é a adequada para o futuro do Sporting. E percebeu-se isso no discurso de ontem, onde até havia adeptos que repetiam euforicamente e aos gritos, as frases de Azevedo de Carvalho.

 

Eles próprios acreditam que este é o caminho. Acreditam que um clube que tem vivido em dificuldades nas últimas décadas, tem capacidade para mexer com as estruturas do desporto e do futebol português ao ver inimigos em todo o lado e declarar guerra a tudo o que mexe.

 

Lá está: para um clube que tem estado arredado do poder e das grandes conquistas já há vários anos, os seus adeptos acreditam que este é o caminho. E Bruno de Carvalho, pode ter muitos defeitos, mas para já, tem sabido hipnotizar as massas. Uma massa adepta que está sedenta de êxito.

De certa forma até é compreensível - pelo menos ao principio.

 

Mas já é tempo de acordar para a vida. É tempo de perceber que de facto não podíamos ser os "coitadinhos", mas também não podemos ser um foco de ódio no futebol português. Isolados nunca iremos a lado nenhum.

 

É tempo de perceber que é nos órgãos decisórios do futebol português que poderemos fazer algo. É com a inteligência que poderemos conseguir mudar alguma coisa no futebol português, e é com uma elevada postura que efectivamente conseguiremos respeito.

Decerto que não será com posts de facebook e com longos monólogos que iremos mexer com algo. Tem que ser lá: dentro da FPF e da Liga, ao discutir de forma privada e de uma forma elevada com os dirigentes desses órgãos.

 

Só existe uma pessoa que para já, vai obtendo frutos desta gestão do "tempo das cavernas": Bruno de Carvalho. E por razões obvias.

Alguém que entra num clube como o Sporting com uma nulidade de currículo, e que afirma que está dependente do cargo para sobreviver, é o constatar que de facto, o Sporting bateu no fundo em 2013, e continuará a cavar ainda mais o fosso, se não abrirmos os olhos!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

De comentador desportivo a 04.06.2016 às 20:17

Grande post.

De comentador desportivo a 04.06.2016 às 20:23

Entretanto o Sporting perdeu mais um campeonato de juniores.

Mas a minha chamada de atenção não vai para não termos sido campeões, mas sim para o fraco desempenho da equipa.
E também para o estado do relvado
Mais duas coisas que demonstram a incompetência de quem dirige.

Quando é que acaba este circo!

De comentador desportivo a 04.06.2016 às 21:14

Tive a ver os títulos nos últimos anos.
Dois períodos de três anos.
Estes últimos três e os 3 anos anteriores.

Nestes três anos o Sporting conquistou onze, nos 3 anteriores conquistou 19 títulos.

Isto não interessa, o que interessa é o que tu explicas-te no post, fazer barulho, fazer-se de coitadinho , desviar as atenções, enquanto vai continuando a pôr dinheiro no saco.

De Jacó a 04.06.2016 às 21:52

Referes-te a que modalidades, ou escalões?

Até pode dar um artigo interessante...

De comentador desportivo a 05.06.2016 às 00:46

Por acaso lembrei-me disso, mas não quis incomodar-te.

Acho que sim, que pode dar um artigo interessante.
Eu não pesquisei a fundo, por isso se quiseres há muito mais para escreveres.

As modalidades que pesquisei foram, Andebol, hóquei, atletismo,ténis de mesa, futsal, futebol todos os escalões até iniciados.
Só no futebol é que inclui a formação.


Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D