Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



19161214_vTJy4.jpg

Bem sei que antes de Bruno de Carvalho o Sporting estava talvez um clube demasiado "manso" para quem tanto perdia.

Hoje é precisamente o contrário. Gritamos, esperneamos, insultamos, insinuamos, etc. Tudo isto sem olhar a meios.

Muitos acreditam que assim conseguiremos títulos e o respeito do futebol em geral. Muitos de nós acreditam mesmo nesta tese.

 

Afirmam que "o Sporting coitadinho acabou". Quando nos "picam" por causa dos actuais dirigentes do Sporting, ficam ainda mais convencidos de que este é que é o caminho para esta centenária instituição. Afirmam que "quanto mais falarem mal de Bruno de Carvalho, será sinal que este está a incomodar". E acreditam mesmo nisso.

 

E quando Bruno de Carvalho escreve uma daquelas inenarráveis prosas em que mistura termos como "trampa" e personagens fictícias como o "Mr.Burns", ficam estupidamente orgulhosos por assistirem a mais uma infantil picardia. Afinal, o homem vai a todas! O grande e bravo "presidente sem medo".

 

Afirmam até, que desde João Rocha que não havia ninguém que defendesse tanto o Sporting, chegando até a compara-lo com o antigo e já falecido presidente. Confundido barulho e má-educação com o defender de verdade os interesses do Sporting.

 

Mas estaremos de facto a construir um caminho de respeito e credibilidade aos olhos do desporto em geral?

 

Este fim-de-semana é decisivo para as contas do titulo. Se o Marítimo conseguir tirar pontos ao Benfica, seremos campeões. Caso contrário, o sonho morre ali.

 

Independentemente do que vier a acontecer, para chegarmos aqui, era escusado muitos dos comportamentos a que assistimos esta época. Comportamentos que tiram brilho a um excelente campeonato protagonizado pelos nossos jogadores. Eles próprios, pela sua qualidade, não mereciam tanto pão e circo à sua volta. É a qualidade deles que deveria vir sempre ao de cima. Assim como muitos de nós adeptos também não merecíamos.

 

E o que temos visto? Por exemplo:

- Um presidente que se dá ao ridículo de ser expulso do banco mais do que uma vez.

- Ter um Octávio Machado que se pôs aos pulos a provocar a bancada do Arouca, quando marcamos o golo da vitória; enquanto que o presidente gesticulava para o árbitro dizendo "mostra agora o vermelho!".

- Ter um presidente que afirmou que o Sporting não sairia mais do 1º lugar.

18886901_6EqMy.jpg- Ter um presidente que afirmou que não deu um pontapé no rabo do árbitro por causa da cara dele.

- Ter um comentador na SportingTV que insulta toda a gente aos gritos, fazendo do nosso canal uma tasca.

- Ter um treinador que uniu os benfiquistas, quando afirmou que Rui Vitória não era treinador nem seu colega.

- Ter um presidente que se escondeu no balneário quando perdemos com o Benfica em Alvalade, deixando jogadores e treinador a dar a cara perante os adeptos.

 

Enfim, já foram tantas e tantas... E tem sido recorrente ao longo da época.

 

Aquilo que os rivais pensam do actual Sporting, é o mesmo que nós sempre pensamos dos lampiões. Será que ainda não se deram conta?

 

O Sporting não precisava de tanta brejeirice e arrogância para estar a lutar pelo título. Só a mente de alguém muito pequenino é que pode achar isso.

 

O meu receio não é vencer o título, naturalmente. O meu receio é que isto faça escola no Sporting.

 

Nunca olhei para o Sporting como um clube de elites, no ponto de vista da classe social. Mas sempre olhei para o Sporting como a elite da ética e da cordialidade. Nisso éramos os melhores.

E talvez tenha sido essa forma de estar que durante décadas fez com que o Sporting nunca tenha perdido a sua dimensão, apesar dos poucos títulos conquistados.

 

Independentemente do que vier a acontecer, continuarei a achar que este não é o caminho. Tanto ao nível da ética, como ao nível do próprio futebol. Cada vez mais, ninguém nos leva a sério. Inclusive muitos sportinguistas.

Estamos cada vez mais isolados. Temos cada vez mais inimigos (externos e internos). Continuamos a empurrar os problemas para os tribunais. Enfim, tem sido tanta coisa má...

 

O futebol é um jogo em que uma bola no poste ou um auto-golo podem de um momento para o outro mudar opiniões. Eu continuarei na minha, independentemente do que acontecer nas próximas duas jornadas. O Sporting precisará de uma mudança e de um outro tipo de liderança para continuar a crescer enquanto equipa e enquanto clube.

Espero que os sportinguistas tenham essa noção.

 

 

PS: E estou convencido que seremos campeões. Para além da mala (que estou a favor e não vejo qualquer problema), o tempo estará muito desagradável para jogar futebol, o que poderá dificultar o futebol de uma equipa que desde há umas semanas que vem ganhando sempre à rasquinha por 1-0. A partir daí, se o Sporting tiver que ganhar na Pedreira contra o Braga, ganhará certamente.

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

De Carlinha MR a 06.05.2016 às 21:35

tal e qual como penso!!

Parabéns pela lucidez do texto,
SL

De Conde a 06.05.2016 às 22:33



Obrigado

SL

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D