Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



ng4308404.jpgBem, naturalmente que é impossível saber se efectivamente Marco Silva teria feito pior trabalho que Jorge Jesus nesta temporada. São épocas e circunstâncias diferentes.

Mas comparando precisamente as diferentes circunstâncias que cada um dos treinadores encontrou, cada um de nós poderá tirar as suas próprias conclusões.

 

Após a tal época do 7º lugar, Leonardo Jardim pegou numa equipa com reforços muito medianos, e junto-os a vários jovens da formação. Era o ano "zero", em que nem sequer nos assumíamos como candidatos ao título.

Num campeonato com 30 Jornadas, sem competições europeias, saindo fora das Taças muito precocemente, e no ano de Paulo Fonseca no FC Porto; Leonardo Jardim soube gerir a equipa para um 2º lugar e consequente acesso à Liga dos Campeões.

Leonardo Jardim fez um bom trabalho, mas na época seguinte os desafios seriam bem mais exigentes, e este preferiu dar continuidade à sua carreira no Mónaco. E a história recente demonstra-nos que do ponto de vista da sua própria carreira, tomou a decisão acertada.

Adiante:

 

Na época seguinte, agora com Marco Silva, o Sporting seria candidato ao título, e teria que complementar isso com a Liga dos Campeões.

A jovem equipa ainda estava num processo de evolução, tanto a nível individual, como a nível colectivo.

Não tinha experiencia de competições europeias, já que na época anterior o Sporting nem para a Liga Europa se qualificou. Aliás, o próprio Sporting já não ia à Liga dos Campeões desde a época de 2008-2009.

 

A Liga dos Campeões seria também um entrave a nível físico, pois a jovem equipa não estava habituada a jogar 2 vezes por semana.

Comparativamente à época anterior, o Sporting fez com Marco Silva 52 jogos, enquanto que a equipa de Leonardo Jardim disputou 35 jogos.

 

E em 16 milhões de euros gastos em reforços, que jogadores foram dados a Marco Silva para atacar uma época mais exigente e desgastante? Fora o Nani que veio por empréstimo, os reforços foram muitos. Por exemplo: Rabia, Jonathan Silva, Rossel, Slavchev, Tanaka, Sacko, Sarr, Ewerton, ou Gauld.  

 

Sem nunca perder o tino pelos entraves que lhe foram impostos no decorrer da própria época, Marco Silva conseguiu:

- No campeonato ficou no 3º lugar, atrás de um FC Porto de milhões e de um Benfica ao colinho. Conseguiu um registo interessante de 76 pontos.

- Na Taça de Portugal fomos os vencedores, em que pelo meio eliminamos o FC Porto em pleno Dragão por 1-3. Vencemos finalmente um troféu 7 anos depois.

- Na Taça da Liga Marco Silva foi obrigado a meter jogadores da equipa B, pelo que é injusto responsabiliza-lo pela eliminação na fase de grupos.

- Na Liga dos Campeões, num grupo com Chelsea e Schalke04, não passamos a fase de grupos devido... aquela bola que bateu na cara de Jonathan Silva.

 

Marco Silva só não mereceu continuar a cumprir os restantes 3 anos de contrato, porque infelizmente, não vestiu o fato...

 

Com um Jorge Jesus logo ali ao lado a ser despachado para o Qatar pelo próprio Benfica, Bruno de Carvalho não perdeu tempo, e fez o que tinha a fazer para salvar, para já, o seu mandato (e o consequente tacho).

                                                                

Saiu Nani e Cédric, e os restantes jogadores do núcleo duro mantiveram-se. Muitos dos jovens que iniciaram com Leonardo Jardim eram jogadores bem mais maduros. Para complementar com essa juventude, contrataram-se jogadores internacionais, caros, e de elevado custo salarial, como: Coates, João Pereira, Aquilani, Bruno César, Teo, ou Bryan Ruiz.

 

No tempo de Marco Silva:

- Se não houvesse Paulo Oliveira, havia Sarr ou Mauricio

- Se não houvesse Cédric, havia Esgaio

- Se não houvesse Jefferson, havia Jonathan Silva

- Se não houvesse William, havia Rossel

- Se não houvesse Nani, havia Capel

- Se não houvesse Adrien, havia André Martins

 

Actualmente temos no banco jogadores como Paulo Oliveira, João Pereira, Jefferson, Aquilani, Naldo, ou Ewerton.

 

E o que conseguiu Jorge Jesus?

- No campeonato ficamos em 2º lugar, embora tenhamos feito um dos melhores campeonatos de sempre com 86 pontos.

- Na Taça de Portugal eliminamos o Benfica e não tivemos sorte em Braga.

- Na Taça da Liga pôde gerir livremente a equipa, e fomos eliminados na fase de grupos contra um Portimonense da II Liga.

- Na Liga Europa também pôde gerir a equipa a seu belo prazer fazendo uma rotatividade que nos ia custando a eliminação na fase de grupos com equipas como Lokomotiv, Besiktas, e Skenderbeu. Contra o Leverkusen fez exactamente o mesmo e fomos eliminados nos 16 avos de final. Ainda na fase de grupos, contra o Skenderbeu da Albânia, perdemos por 3-0, dando assim a primeira vitória de uma equipa albanesa nas competições europeias.

 

Portanto, com as condições que foram dadas a Jorge Jesus, o facto do Sporting ter ultrapassado a barreira dos 80 pontos não é nada de extraordinário, tendo em conta que na época anterior a equipa de Marco Silva tinha feito 76 pontos.

 

Será que se Marco Silva tivesse dado continuidade às suas rotinas de jogo, não teríamos feito uma época semelhante ou até melhor?

Pois, não é possível saber isso...

 

E não estou a afirmar que Jorge Jesus não fez um bom trabalho. É sabido que os seus métodos são diferentes dos métodos de Leonardo Jardim e Marco Silva - a começar pelo esquema táctico que passou do 4-3-3 para o 4-4-2. Ele cortou com muita coisa do passado, e era sabido que assim iria ser.

 

Se ele continuar na próxima época, a equipa poderá ser tão ou mais forte que a equipa desta temporada, pois já não será um ano "zero" de Jorge Jesus.

 

Escrevo este artigo para demonstrar que Marco Silva, na minha opinião, fez um trabalho interessante, dentro das circunstâncias e dos "ovos" que teve à sua disposição.

Isso não faz de mim um anti-Jorge Jesus. Embora tenha dúvidas se valeu apena trocar Marco Silva por Jorge Jesus, até ao momento, estou relativamente satisfeito com o trabalho de Jorge Jesus, e creio que para o ano a equipa será ainda mais forte.

 

Agora, não podemos é ser injustos, e não dar mérito a quem merece. Principalmente quando Marco Silva foi tratado de uma maneira vil pelo actual presidente.

Vivemos uma fase da nossa história em que uns são rebaixados para outros serem endeusados. Eu como sportinguista, se há coisa que eu não tolero, é que se reescreva a história.

 

 

PS: Deixo aqui uma curiosidade que encontrei no facebook. Quando a equipa de Marco Silva já estava mais rotinada e habituada a jogar com centrais ao nível de Paulo Oliveira, Sarr e Tobias Figueiredo, o Sporting somou 40 pontos na 2º volta; enquanto que a equipa de Jorge Jesus, com o dobro do orçamento, somou 42 pontos.

 

PS 2: Enquanto Marco Silva foi treinador do Sporting, foi um profissional que respeitou o Sporting e os seus colegas de profissão. Ao contrário do actual presidente, que se for preciso expõe a nossa história ao ridículo. E ao contrário do actual treinador, que nos expôs ao ridículo disto, e acabou por perder o campeonato para uma equipa que "não tem treinador", sem vencer um único título, e fazendo uma figura ridícula na Europa.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

De João Rodrigues a 23.05.2016 às 18:50

Marco Silva tinha 2 jogadores banais como Nani e Carrillo nas alas que ofereceram uns fantásticos 15 golos ao Slimani. Esta época, Bryan Ruiz, que andava perdido pela 2ª divisão inglesa, e João Mário ofereceram uns miseros 31 golos ao Slimani.

O Rúben Semedo atualmente é titular... porque é que na época passada nem no plantel ficou?

De Jacó a 23.05.2016 às 18:59

Se formos por ai à tanta coisa por onde pegar, tanto a favor e contra em relação aos 2 treinadores.

Por exemplo: se o Marco Silva não tivesse ficado sem o Rojo e o Dier; ficando com Maurício, Sarr, Paulo Oliveira e Tobias, alguém acredita que o Sporting teria tido tantos empates na 1º volta do campeonato?

De RG a 01.06.2016 às 22:19

Se formos por ai à tanta coisa por onde pegar, tanto a favor e contra em relação aos 2 treinadores.

O melhor é mesmo pegar na qualidade de táctica da equipa de um de outro...e não, não tem nada haver com o Sarr, Mauricio ou Dier! Tem a haver com conhecimento de um e de outro.

Claro que também podemos acreditar que o Marquinho que apenas venceu o titulo num país onde só existe o seu clube é o Maior!!

De Jacó a 01.06.2016 às 23:42

Acho que o futuro nos dará muitas respostas acerca das nossas dúvidas...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D