Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um novo Blog

08.03.17

Afinal, irei continuar na blogosfera, mas com a colaboração de amigos do facebook, o que facilita muito mais, e acaba por ser muito mais interesante.

 

Visitem o Por um Sporting fiel aos seus pergaminhos.

 

Já o Cantinho de Alkmaar ficará como arquivo do que foi a gestão dos últimos 4 anos (porque fala de todo o mandato).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dos 164 posts do Blog, estes são os que tiveram um maior impacto, ou que considero mais pertinentes:

 

Azevedos de hoje e de outrora

A falácia da cultura de exigência

Apesar de tudo, Godinho Lopes respeitou o Sporting

Um monólogo para a história

Jesus como... Bento. Ou nem isso...

Porque Bruno de Carvalho nunca processou o CM?

A base do recente sucesso está aqui

Os jogadores e muitos dos adeptos não merecem isto

De Roquette a Croquette

"A cereja em cima do bolo"

Jesus não resistirá no meio de uma estrutura amadora

Bruno de Carvalho está nas mãos de Jorge Jesus

Quem muito fala, pouco acerta

Marco Silva teria feito pior?

Uma degradante idolatria

Bruno de Carvalho dá dica aos autores dos flyers

As aparências iludem

Os desígnios dos fundadores

Sem paciência para tanto pão e circo

A azarada semana que alterou o destino do Sporting

E agora, Bruno Miguel: pagas tu, ou pagam os sócios?

As 101 contratações cirúrgicas

Esta Sporting TV nem deveria existir

Montero\Barcos - Um negócio que ainda está por explicar

Afinal era tudo treta

Afinal era tudo treta - parte II

Os avais pessoais do presidente Dias da Cunha

A calote de 600 mil euros

Memória curta

Muitas divergências internas - um elo em comum

Uma raspadinha chamada Slimani?

Que relevância terá Bruno de Carvalho na estrutura de Jorge Jesus?

Outros tempos, outra gente...

Os 8 milhões de euros\ano que levam JJ a caminha connosco

Os palhaços! Parte II

A Champions de Marco Silva

O Sporting contra o "sistema" desde... há muitos anos!

Os valores de mercado em 1999

Será Carlos Barbosa assim tão mau?

Considerações acerca da já cansativa caça aos croquetes

Porque Sousa Cintra não foi incluido na auditoria?

Uma curiosa analogia

O que falta a Jorge Jesus?

- O que teria sido o Sporting com... José Mourinho?

A cereja em cima do bolo - parte II 

"Não me deixem cair"

O "meu" modelo de gestão para o Sporting

Como desmascarar a mentira do projecto de Bruno de Carvalho em 3 passos

A mim só me tentam enganar uma única vez

O ódio pelo ódio que poderá levar o Sporting ao abismo

Bruno de Carvalho também tem méritos? Claro que sim! Mas...

Quem não respeita o passado, também não merece fazer parte do nosso futuro

 

计算机键盘鼠标-1817491.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Um texto que me foi enviado:

 

BdC hitler.jpg

 

"O Fuhrer de Alvalade:

Abril de 1918 - A Alemanha completa a sua conquista dos territórios Russos após assinada a Paz de Brest-Litovsk, e aproxima-se a passos largos de Paris. É um apogeu do poderio Alemão, daí em diante, uma série de derrotas e humilhações levariam o país a mergulhar num período negro, que levaria à ascenção de um ditador sanguinário de seu nome Adolf Hitler.
Abril de 2002 - O Sporting sagra-se campeão nacional pela 18ª vez na sua História, a 2ª vez em 3 anos. Nesses mesmos 3 anos venceu 2 campeonatos nacionais, 1 Taça de Portugal (e outras 2 finais) e foi o vencedor de 2 Supertaças. Era o apogeu do clube de Alvalade, depois de quase 2 décadas sem títulos da liga. Daí em diante, uma série de derrotas e humilhações levariam o clube a mergulhar num período negro, que levaria à ascenção de um ditador lunático de seu nome, Bruno de Carvalho.

 

As semelhanças entre estes dois líderes não acaba aqui, senão vejamos:
Anos antes de chegar ao poder, Hitler teve uma tentativa falhada. O famoso Putsch da Cervejaria. Em 1923, Hitler (que já possuía uma base de apoio relevante dentro do partido e em várias zonas da Alemanha) decide tomar o poder. No entanto o seu golpe, sendo as razões principais, a falta de apoio dos membros mais velhos e experientes dos partidos da direita (apesar de ter o apoio dos jovens mais fanáticos e mais violentos) que não acreditavam na sua retórica de luta contra tudo e contra todos. Outra razão importante foi que, na altura a Alemanha estava mal, mas ainda mantinha um nível minimo de sustentabilidade, e havia um sentimento que as coisas estavam a melhorar aos poucos.
Anos antes de chegar ao poder, Bruno teve uma tentativa falhada. As famosas eleições de 2011. Bruno (que já possuía uma base de apoio relevante junto aos adeptos) decide tomar o poder. No entanto a sua candidatura falha, sendo as razões principais, a falta de apoio dos sócios mais velhos e experientes (apesar de ter o apoio dos jovens mais fanáticos e mais violentos) que não acreditavam na sua retórica de luta contra tudo e contra todos. Outra razão importante foi que, na altura o Sporting estava mal, mas ainda mantinha um nível minimo de sustentabilidade, e havia um sentimento que as coisas estavam a melhorar aos poucos.
Mas tudo mudou anos mais tarde:

 

No caso de Hitler foi a crise de 1929 que destruiu o que restava da economia alemã e do orgulho (já ferido dos alemães), e obrigou a população a enveredar por uma opção nada convencional, com um discurso absolutamente diferente dos políticos até então, e com esperança num futuro melhor.
No caso de Bruno, foi a crise de 2012-2013, que colocou o Sporting num, nunca antes visto, 7º lugar, que destruiu o orgulho (já ferido dos sportinguistas), e obrigou os sócios a enveredar por uma opção nada convencional, com um discurso absolutamente diferente dos dirigentes até então, e com esperança num futuro melhor.

 

A partir daí deu-se uma grande mudança graças a esses líderes:
A Alemanha, recusou-se a pagar as dividas que tinha para com os aliados no seguimento da Primeira Guerra Mundial. Além disso passou a ter uma politica isolacionista, saíndo de várias Organizações Internacionais, declarando que o resto do mundo estava contra eles, e que era preciso destruir os oponentes externos (liberais e comunistas) bem como os oponentes internos (judeus, intelectuais e dissidentes). Para isto, Hitler utilizou a sua imagem como salvador da Pátria germânica, tornando-se a personificação do ideal ariano, o chefe supremo a quem todos os alemães deveriam venerar. Todos os que pensassem diferente tinham de ser identificados, capturados e eliminados rapidamente. O contraditório não poderia existir, era preciso calar a qualquer custo, quem pensasse por si próprio e fosse contra o líder. Para alcançar isto, Hitler criou uma vasta rede de bufos e informadores, bem como promoveu uma série de fanáticos para espalhar mentiras que o fizessem parecer um herói nacional.

O Sporting, recusou-se a pagar as dividas que tinha para com os seus credores. Além disso passou a ter uma politica isolacionista, declarando que o resto do mundo futebolistico estava contra eles, e que era preciso destruir os oponentes externos (Benfica e FC Porto) bem como os oponentes internos (apoiantes de outros candidatos à presidência, dissidentes dentro do clube, e até simples adeptos que discordavam do modus operandi de BdC). Para isto, Bruno utilizou a sua imagem como salvador da Nação Sportinguista, tornando-se a personificação do ideal leonino, o chefe supremo a quem todos os sportinguistas deveriam venerar. Todos os que pensassem diferente tinham de ser identificados, localizados e calados rapidamente. O contraditório não poderia existir, era preciso calar a qualquer custo, quem pensasse por si próprio e fosse contra o líder. Para alcançar isto, Bruno criou uma vasta rede de bufos e informadores, bem como promoveu uma série de fanáticos para espalhar mentiras que o fizessem parecer um herói dentro do clube.

 

Ora daqui para a frente, todos sabemos o que aconteceu com a Alemanha, graças à insanidade de Hitler:
2ª Guerra Mundial, de onde saíu derrotado, e a economia alemã foi destruída. Após esse terrível acontecimento muitos alemães estavam incrédulos com as atrocidades cometidas pelo seu líder. Enquantos outros, absolutamente cientes do que tinham feito, fugiram ou foram mortos.
No entanto ninguém sabe até onde a loucura de BdC levará o Sporting. Aqui na boca do Bruno todos desejamos que os sportinguistas sejam capaz de parar o seu próprio fim e aprendam que os meios não justificam os fins."

 

 

Como é óbvio são contextos diferentes.

Uma coisa é a política interferir directamente no dia a dia das pessoas, podendo causar dor e sofrimento; outra coisa é a paixão pelo futebol, que é somente uma pequena parte das nossas vidas.

Só para que fique claro.

 

Todavia, se pararmos para reflectir, nós próprios vamos concluir que há alguns pontos em comum sobre as pessoas em causa: tanto um como o outro, teve\tem uma sede de poder tal, que não olhou\olha aos meios para atingir os fins.

Isto, repito, salvo os diferentes contextos entre politica e futebol.

 

Como isto acabará, só Deus sabe.

 

Quanto ao texto em si, eu próprio acrescento o seguinte: 

"O Hitler, ao principio, aparentemente, recuperou a economia alemã; tal como BdC aparentemente foi o responsável pela retoma do futebol do Sporting. Mas sabemos que a longo-prazo tudo se pagará, pois tudo isto tem pouca ou nenhuma sustentação."

 

 

PS: Para o ajudar, relembro só isto:

- Jovens apoiantes de BdC que estiveram na origem dos desacatos nas eleições de 2011

- Auditorias e processos a antigos dirigentes

- Processos judiciais a sócios por terem opinião

- Ameaças de expurgas

- A Hora do Presidente 

- Monólogos nas Assembleias-Gerais

- Tribunal popular

 

 

lampioguistas.jpg

 

 

Adeus Sporting.

Foste um grande clube, tão grande como os maiores da Europa!...

 

Mas infelizmente, vais acabar por te resumir à insignificância que te transformaram...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

16997774_1842250546048790_1403598996279493989_n.jp

Curiosamente faz hoje 1 ano (dia 5 de Março) que o presidente sem medo nos abandonou a todos quando o Benfica ganhou em Alvalade e passou para a frente do campeonato, e de lá nunca mais saiu.

 

Ele sentiu que poderia ser o inicio do fim do seu emprego de sonho.

 

De lá para cá estamos em 3º lugar (sem hipóteses de conseguir o 2º) e fora das restantes competições.

 

Nem as derrotas e as patéticas voltas olímpicas depois de jogos contra os Praienses da vida serviram para abrir os olhos!

 

Nunca pensei... E ainda há ingénuos que dizem que ontem se provou que o Sporting está vivo. Lá vivo ele está, não está é grande coisa...

 

Não Azevedo, eles não te deixaram cair!

 

86% de votos?!... 

 

#Elestrememtodososdias

Autoria e outros dados (tags, etc)

Este será provavelmente o meu último post, não só antes das eleições, mas por um longo período de tempo.

 

Eu até tinha feito a despedida em Outubro, mas depois reconsiderei e percebi que nem fazia sentido. Afinal, este espaço é meu, e escrevo quando quero e quando me apetece. 

E recentemente apeteceu-me escrever, e escrevi.

 

De qualquer modo, o Sporting prendeu-me demasiado à internet nos últimos tempos, e talvez me tenha deixado envolver nisto de uma forma exagerada, não sei... Por isso, sinto que tenho que mudar um pouco isso.

 

Se o Pedro Madeira Rodrigues vencer dar-lhe-ei o beneficio da dúvida como ele merece. Se vencer o Azevedo de Carvalho será tão mais do mesmo, que pouco ou nada terei a acrescentar num futuro próximo. Mas não só por isto.

 

O problema do Sporting, na minha opinião, não é tanto a estabilidade directiva ou a falta dela. Pelo menos nos últimos 6\7 anos o problema do Sporting é uma crise emocional.

 

E essa crise emocional é fruto desta última liderança e de uma propaganda à Goebbels! Acho que este blog resume muito bem isso.

 

Ora a crise emocional não só afectou quem se deixou enganar (e continua enganado), como afectou ainda mais todos aqueles que abriram os olhos e ficaram tristes e preocupados.

 

Portanto, como o clube ainda é dos sócios, os sócios que façam o que entenderem. Da minha parte irei dar o devido espaço durante um largo período de tempo, e acho que os blogers que têm sido críticos podiam fazer o mesmo. 

 

Se não o fizerem, gabo-lhes a paciência. 

 

E aproveito para agradecer a dedicação de blogs como o Camarote Leonino, Fonte Segura, ADN Leão, e páginas como o Sporting de Verdade e Sporting Independente.

Um agradecimento especial ao Dia do Clube e ao Norte de Alvalade, pois ajudaram a publicitar este blog, e vieram de lá boa parte das visualizações.

 

Todos vocês estão de parabéns pela dedicação e pela visão que têm do clube. E estejam sempre de consciência tranquila, pois deram o vosso melhor na luta por um Sporting melhor.

 

A Pedro Madeira Rodrigues agradeço-lhe o facto de ter sido o único "com eles no sitio" para enfrentar uma criatura que tem tanto de horripilante como de frágil. Tem esse mérito, independentemente do seu programa e da sua suposta competência! E isto, é também uma critica de quem está à espera do descalabro total para dar a cara!

 

Mas, espero sinceramente, que já nestas eleições haja uma maioria silenciosa que irá pôr o Brunismo no seu devido lugar. Se tal não acontecer, estou convicto que Azevedo de Carvalho cairá a meio do mandato, mas, já não apagará a minha desilusão. Aliás, será a minha maior desilusão enquanto adepto.

 

Pois mais importante do que vencer, para mim, está a identidade e o carácter da instituição. Só assim as vitórias podem ter sabor.

 

Mas, lá está, o clube ainda é dos sócios, e os sócios que façam o que quiserem dele.

 

Saudações leoninas.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D