Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O FIM.

10.10.16

Como referi no meu primeiro artigo neste blog, eu já costumava dar as minhas opiniões no facebook e nos blogs. As minhas opiniões, bem ou mal, "mexiam" com muita gente.

Não me esqueço que os posts que escrevia no facebook relativamente às minhas divergências com Bruno de Carvalho, chegavam a colocar cerca de uns 50 ou 60 "soldadinhos" a ofenderem-me, sem terem a capacidade de refutar uma única virgula!

 

Ora, este blog nasceu da necessidade de arquivar todas as minhas divergências, os meus estados de alma, e as minhas ideias.

 

Não, não sou ninguém em especial. Sou um mero adepto no meio de alguns milhões espalhados pelo mundo. Tanto assim é, que face às circunstancias actuais da minha vida, preferi não expor nada da minha vida pessoal - embora tenha entrado a "bem" na rede-social facebook, e os meus intentos mais não eram do que dar uns "bitaites".

 

Mas, quem me "conhece", sabe que as minhas divergências começaram por ter percebido o clima fanático e até perigoso que actualmente grassa no Sporting, pelo que assim, senti legitimidade para ir dizendo umas "coisas", precisamente com a minha privacidade protegida.

 

Não me acho o dono da razão. Como referi, sou um anónimo no meio de alguns milhões de sportinguistas. Isto vale o que vale.

 

Todos estes artigos, fundamentalmente, escrevi-os por mim, pois senti a necessidade de falar. Acabe isto como acabar, continuarei fiel às minhas ideias, e acima de tudo, de bem com a minha consciência; pois dentro das minhas reduzidissímas possibilidades, sei que tentei lutar contra algo que não acredito nem me revejo.

Até sou da opinião que no fim dos mandatos é que se fazem "contas", mas compactuar com a mentira, isso nunca!

 

Mas, naturalmente que recomendo a leitura de todos estes artigos, que visam também a uma reflexão a quem tiver a oportunidade de conhecer este espaço. 

 

Como nunca foi minha intenção fazer disto uma "vida", mas, somente arquivar as minhas opiniões, dou este blog como encerrado. 

Acho que já disse tudo, ou praticamente tudo sobre o que me inquieta e preocupa, como também apresentei as minhas próprias ideias.

 

A poucos meses das eleições, não me quero envolver mais em guerras surdas nas redes-sociais, nem contribuir para um clima de guerra-fria.

 

Não sei se me deixei envolver demasiado nisto, mas, por vezes, a emoção e a paixão falam mais alto.

 

Mas tudo o que é demais enjoa, e o Sporting está longe de ser aquilo a que eu assisti nas redes-sociais. Para mim é importante voltar a ser o adepto que apenas se preocupava se a bola entrava na baliza, do que me envolver de forma tão intensa nas questões internas do clube.

Afinal, toda esta gente vai passar, e o legado dos fundadores, como sempre, falará mais alto - mais tarde ou mais cedo - quero acreditar, e preciso de acreditar.

 

PEDRO NEVES

 

19961491_rEorz.jpeg

PS: Numa coisa começo a estar de acordo com Bruno de Carvalho: não podem ser apenas os bloguers (ou os "ratos") a "colar os cartazes". Isto vale o que vale.

É necessário organização e um rosto que nos possa devolver o orgulho de ser Sporting!

Quem e quando? Eis o dilema...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dos 164 posts do Blog, estes são os que tiveram um maior impacto, ou que considero mais pertinentes:

 

Azevedos de hoje e de outrora

A falácia da cultura de exigência

Apesar de tudo, Godinho Lopes respeitou o Sporting

Um monólogo para a história

Jesus como... Bento. Ou nem isso...

Porque Bruno de Carvalho nunca processou o CM?

A base do recente sucesso está aqui

Os jogadores e muitos dos adeptos não merecem isto

De Roquette a Croquette

"A cereja em cima do bolo"

Jesus não resistirá no meio de uma estrutura amadora

Bruno de Carvalho está nas mãos de Jorge Jesus

Quem muito fala, pouco acerta

Marco Silva teria feito pior?

Uma degradante idolatria

Bruno de Carvalho dá dica aos autores dos flyers

As aparências iludem

Os desígnios dos fundadores

Sem paciência para tanto pão e circo

A azarada semana que alterou o destino do Sporting

E agora, Bruno Miguel: pagas tu, ou pagam os sócios?

As 101 contratações cirúrgicas

Esta Sporting TV nem deveria existir

Montero\Barcos - Um negócio que ainda está por explicar

Afinal era tudo treta

Afinal era tudo treta - parte II

Os avais pessoais do presidente Dias da Cunha

A calote de 600 mil euros

Memória curta

Muitas divergências internas - um elo em comum

Uma raspadinha chamada Slimani?

Que relevância terá Bruno de Carvalho na estrutura de Jorge Jesus?

Outros tempos, outra gente...

Os 8 milhões de euros\ano que levam JJ a caminha connosco

Os palhaços! Parte II

A Champions de Marco Silva

O Sporting contra o "sistema" desde... há muitos anos!

Os valores de mercado em 1999

Será Carlos Barbosa assim tão mau?

Considerações acerca da já cansativa caça aos croquetes

Porque Sousa Cintra não foi incluido na auditoria?

Uma curiosa analogia

O que falta a Jorge Jesus?

- O que teria sido o Sporting com... José Mourinho?

A cereja em cima do bolo - parte II 

"Não me deixem cair"

O "meu" modelo de gestão para o Sporting

Como desmascarar a mentira do projecto de Bruno de Carvalho em 3 passos

A mim só me tentam enganar uma única vez

O ódio pelo ódio que poderá levar o Sporting ao abismo

Bruno de Carvalho também tem méritos? Claro que sim! Mas...

Quem não respeita o passado, também não merece fazer parte do nosso futuro

 

计算机键盘鼠标-1817491.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

parabéns sporting.png

Dos maiores da Europa ao nível dos títulos, ou fundamentalmente na identidade e daquilo que ele pretendia que o clube representasse?

Há mais de 100 anos, num contexto completamente diferente, será que o jovem José Roquette e todos os outros fundadores, apenas queriam "ganhar por ganhar"?

 

No dia em que ele celebrava o seu aniversário, e tendo em conta a realidade actual, deixo aqui este desafio\reflexão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

transferir.jpg

No meu canal de youtube, tenho o vídeo da celebração do titulo nacional de 1999-2000, após o termo do encontro contra o Salgueiros.

 

Mal Jorge Coroado deu o último apito, os jogadores seguraram um grande placar que dizia o seguinte: "Em Jesus Cristo somos mais que vencedores". 

 

Entretanto, quase por acaso, acabei por perceber o real significado dessa mensagem, e que está em Romanos 8:31 a 39.

 

Por muito que gostemos de futebol e dos nossos clubes, as vitórias que celebramos são do menos importante nas nossas vidas...

 

Diz muito da humildade e do espírito de grupo que imperava naquele balneário. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O vira-casacas

09.10.16

transferir.jpg

 

"[Bruno de Carvalho] Revelou desconhecimento total do futebol português, das condições da sua equipa e das aquisições que fez e cuja responsabilidade assumiu"

 

"Tem tanto tempo para tantos eventos e não tem tempo para aquilo que deveria ser essencial, que é começar a trabalhar a época que vem com quem tem contrato de quatro anos. Ou é intelectualmente pouco sérioou a continuidade de Marco Silva não vai ser uma realidade"

 

Tenho poucas dúvidas que um dia Octávio Machado será tão critico de Bruno de Carvalho como tem sido de Pinto da Costa. Isto, se na altura Bruno de Carvalho ainda "existir"...

 

O tempo é mestre...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

12646975_1028213177220880_2424548656877667494_n.jp

Estas declarações indignaram-me!

Então um presidente em vez de valorizar o clube, valoriza-se a ele próprio!?!

Não nos podemos esquecer nem perdoar. Falando por mim, não consigo aceitar.

 

A história do Sporting fala por si. A academia, a Taça das Taças, o atletismo, os títulos europeus nas mais diversas modalidades, etc.

 

Mas basta recuar 1 ano (em 2012), e o Sporting estava a disputar "olhos nos olhos" as meias-finais da Liga Europa contra o Atlético de Bilbao, tendo perdido apenas por 1 golo. Pelo meio, ganhamos ao Manchester City.

 

Isto não invalida o facto de que efectivamente algo estava mal na gestão do clube, mas o Sporting por si só tem força para nos poder proporcionar estas emoções, mesmo quando não há uma estrutura forte e consolidada.

E é isso que Bruno de Carvalho não consegue admitir. E é isso que nós não deveríamos admitir se somos verdadeiros sportinguistas!

 

Tenho a certeza que Bruno de Carvalho não sofreu como eu (e nós) sofri no decorrer da eliminatória, nem ficou "aziado" como eu fiquei no dia seguinte.

Aliás, ele sofreu, mas provavelmente com o eventual receio do sucesso do nosso Sporting.

 

Já nessa altura tentava minar o clube.

Nesse mesmo mês de Abril, mais precisamente no dia 25 de Abril, teve esta tirada dos fundos que chegariam aos 120 milhões, enquanto que o Sporting jogaria em Bilbao no dia seguinte.

 

E para não ser mal interpretado, não estou a querer dizer que as tiradas do Bruno de Carvalho alguma vez pudessem atingir a equipa em si. O que está em causa é a atitude.

Para já, mentir é sempre feio. E mais grave se torna, quando hoje em dia ter uma opinião é ir contra os interesses do clube, na óptica de quem tomou o clube de assalto!

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

team.jpg

Apesar do "pecado original" que levou Bruno de Carvalho à presidência do Sporting, a época de 2013-2014 constituiu um tempo de esperança. 

 

Confesso que devido aos recentes resultados de então, a minha preocupação estava única e exclusivamente na recuperação da equipa, e na altura nem me apercebi com quem estávamos a lidar. 

Confesso até, que tinha as minhas dúvidas relativamente aos antigos presidentes, tal a forma insistente com que se falava do assunto. Mais tarde, acabei por perceber que era apenas mais uma das suas falácias.

Mas adiante.

 

Nessa temporada, apesar de Bruno de Carvalho aqui e ali já fosse dizendo umas "parvoíces", fui-lhe dando o beneficio da dúvida. Relativamente ao futebol, até começou bem.

 

Um ano "zero", de contenção de custos, com base na formação e na aposta de um treinador de valor como Leonardo Jardim. 

 

Os resultados foram interessantes, e foi construida uma boa base para continuar a dar desenvolvimento nas épocas seguintes.

 

Infelizmente, devido à sua personalidade algo "doente" - fruto do seu oportunismo e da sua ânsia de se agarrar ao poder pelo seu projecto pessoal - Bruno de Carvalho arrastou o Sporting para uma espécie de "roleta-russa". Ou ganha este ano, ou isto rebenta!

 

Porque tudo o que está a acontecer, não tem qualquer sustentação, e pouco tem a ver com aquela lógica de humildade e de crescimento sustentanto do ano de Leonardo Jardim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

img_770x433$2013_03_24_02_57_00_772657.jpg

Este é um dos pontos que merecerão reflexão e o devido debate nas próximas eleições. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

naom_51aeed6195048.jpg

Passados 3 anos, e embora o jogador ainda só conte com 21 anos, creio que já se pode dar razão aquela maioria (creio eu) que dizia que a sua saída do Sporting iria estagnar o seu processo de evolução.

 

Era mais que óbvio que o menos beneficiado de todo aquele processo seria o próprio jogador.

 

Um miúdo com então 18 anos de idade, ingénuo, e sem um suporte familiar desde que estava no Sporting. Desde logo uma presa fácil.

Não o culpo de nada. Até é o menos culpado.

 

E é pena que para já, aparentemente, o jogador ainda esteja longe daquilo que "prometeu".

 

Passados 3 anos, e tendo em conta o que tenho visto durante este período de tempo, "cheira-me" que até aquela polémica foi uma grande treta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 Quem nos dera ter no topo do nosso clube alguém que nos representasse desta forma!

 

Um dia ainda vamos saber o porquê de João Benedito ter abandonado o futsal a 1 ano da inauguração do pavilhão. Ele que tinha tudo para ser o principal protagonista de uma obra que é fundamentalmente para os atletas e para aqueles que na bancada vibram com eles.

Só João Benedito poderia ser esse elo de ligação, e consequentemente, a imagem de marca da inauguração do futuro pavilhão João Rocha.

Ele próprio merecia.

 

Tenho pena que um pavilhão que supostamente foi construido com o esforço dos sportinguistas seja oportunamente inaugurado no mês das eleições...

Mas, Bruno de Carvalho só engana quem quer ser enganado, não é?

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D